domingo, 9 de fevereiro de 2014

Internautas criam petição pedindo que Romeu Tuma Júnior seja ouvido no Senado

Imagem: Reprodução/CitizenGO



Internautas criaram uma petição para que Romeu Tuma seja ouvido no Senado, após grande repercussão da sua entrevista no programa Roda Viva da Tv Cultura, em que fez diversas denúncias, do assassinato de Celso Daniel até como a PF se transformou em braço político para perseguir adversários.

Confira o texto da petição:

"No dia 03/02,2014, segunda-feira, o ex-secretário nacional de Justiça Romeu Tuma Junior participou de uma edição do programa Roda Viva, transmitido pela TV Cultura. Tuma Junior foi convidado para partipar do programa por causa de seu livro recém-publicado, Assassinato de Reputações - Um Crime de Estado, que em dois meses se tornou best-seller com mais de 60.000 exemplares vendidos. No livro, Tuma Junior conta como a Polícia Federal se transformou, durante o governo do PT, em braço político para perseguir adversários por meio do que o ex-secretário chama de assassinato de reputações.

As denúncias de Tuma Junior são gravíssimas e, se estivéssemos vivendo numa democracia saudável, já seriam suficientes para colocar abaixo o governo atual. Uma delas, por exemplo, trata da participação de pessoas do PT no assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, crime cuja investigação não foi finalizada até hoje...

Diante de acontecimento tão importante e de fatos tão graves a respeito do governo em questão, queremos a presença dele no Senado para expor suas denúncias. Não é possível que, perante revelações tão graves, a nação permaneça como se absolutamente nada tivesse acontecido. Hoje, 05/02, o senador Álvaro Diasprotocolou na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), um requerimento para que o ex-secretário Nacional de Justiça seja ouvido no Senado.

Assine agora a petição para enviar aos senadores da referida comissão um e-mail pedindo que aprovem o requerimento de Álvaro Dias e, assim, Tuma Junior seja chamado para expor no Senado as suas denúncias."

A petição pode ser assinada clicando aqui.

Brasil Contra Corrupção