sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Líder do PT diz que ninguém era mais perigoso para Dilma do que Campos

Imagem: Reprodução/EBC
Em visita a casa da família de Eduardo Campos, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, afirmou que nenhum presidenciável seria tão perigoso em um segundo turno como o ex-governador Eduardo Campos.

"Na minha avaliação, ele era mais perigoso, pois se chegasse ao segundo turno, ele teria sido um adversário mais forte do que qualquer outro, pois poderia aglutinar apoios na esquerda e no centro. Apesar de não estarmos preocupados com essa definição, nenhum nome vai nos preocupar como ele nos preocuparia", disse Humberto Costa.


Segundo Humberto, o PT ainda não analisou o novo quadro eleitoral em respeito ao sofrimento do povo, mas semana que vem já irão descutir sobre os futuros desdobramentos.

Fonte: Uol Eleições
Editado por Brasil Contra Corrupção