quinta-feira, 18 de junho de 2020

"Atacar Bolsonaro", diz Flavio Bolsonaro sobre Queiroz ter sido preso


"Atacar Bolsonaro", diz Flavio Bolsonaro sobre Queiroz ter sido preso
Imagem: Reprodução Twitter

Hoje, 18/06/2020, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foi preso em sítio em Atibaia de advogado da família Bolsonaro. Frederick Wassef é advogado de Jair no caso Adélio, ele também esteve ontem 17/06 na posse do Ministro de Comunicação Fabio Faria. Em post no Twitter, Flávio Bolsonaro disse que:

"Encaro com tranquilidade os acontecimentos de hoje. A verdade prevalecerá! Mais uma peça
foi movimentada no tabuleiro para atacar Bolsonaro. Em 16 anos como deputado no Rio nunca
houve uma vírgula contra mim.Bastou o Presidente Bolsonaro se eleger para mudar tudo! O jogo é bruto!", falou o filho do presidente Flavio Bolsonaro.

Presidente saiu mais cedo de onde mora, no Palácio do Alvorada e chegou mais cedo que o habitual no Palácio do Planalto, sede do governo federal. O presidente Bolsonaro tem costume de descer em um espaço reservado para imprensa e apoiadores para conversar, mesmo em dias mais conturbados quando envolve até prisão de aliados. Já parabenizou ações da Polícia Federal contra opositores e já reprovou quando foi contra aliados seus que foram também alvo da PF. Mas hoje ele não parou como faz sempre e passou direto. Em entrevista o advogado Frederick Wassef, de Flavio Bolsonaro e do presidente no caso do Adelio, tinha falado que não sabia do paradeiro do Fabrício Queiroz, que não era advogado dele, mas agora com a prisão na casa dele temos novidades. Operação foi batizada de "anjo" que é o apelido do advogado.


Leia. Bolsonaro passou direto no cercadinho, não desceu como faz geralmente para falar com pessoas que o esperam. Vai ter parabéns do Bolsonaro? Rachadinha: Preso ex-assessor da ALERJ de Flavio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, pela Polícia Civil, em um sítio do advogado Frederick Wassef de Flavio Bolsonaro e do presidente que esteve ontem na posse do genro do Silvio Santos, Deputado Federal Fabio Faria no ministério das Comunicações no interior de São Paulo. Queiroz foi motorista de Flávio Bolsonaro. Movimentou R$ 1 milhão de reais de maneira atípica, disse que vendia carros e fazia negócios mas a investigação continua, suspeita de lavagem de dinheiro. Fabrício Queiroz fez tratamento de saúde em São Paulo, ele era do estado do Rio de Janeiro.

Vai ser levado de Atibaia para a capital paulista em viagem rápida de uma hora. Depois será transferido para o Rio de Janeiro ainda hoje. Dia vai ser tenso na presidência, Fabrício é conhecido da família desde os anos 80,  prisão acaba repercutindo na família Bolsonaro que já teve por duas vezes aliados como alvos da Polícia Federal recentemente, e este caso já tentaram na Justiça não deixar ir adiante, mas o processo continua. Fabrício Queiroz já foi policial militar no Rio por muitos anos, filha do Queiroz foi funcionária do Bolsonaro no passado.

Leia também Flavio Bolsonaro tem post marcado como fake news no Facebook
"É inadmissível, é começar a esticar a corda, alimentar a crise", diz Bolsonaro sobre cassar chapa ao Band News TV

Impeachment de Bolsonaro é apoiado por MBL oficialmente

"Tem hospital de campanha, hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar", disse Bolsonaro
PT quer prorrogar renda de R$ 600,00 por 1 ano

Hang sobre fake news: "R$ 2,5 milhões para a Havan? Meia hora de faturamento."

"Quem faleceu não foi por falta de respiradores ou UTI", diz Bolsonaro sobre coronavírus
Bolsonaro elogiou matéria da Band sobre coronavírus

Bolsonaro vai vetar auxílio de R$ 600,00 para o Brasil não quebrar

"Sai daqui, que você já foi ouvida. Cobre do seu governador", disse Bolsonaro para eleitora

Maduro denuncia Bolsonaro na ONU por negligência com a pandemia de coronavírus
Bolsonaro: "Eu não coordeno, nem convoco nenhuma manifestação."

"STF está dando golpe no Brasil. Não é Bolsonaro nem os militares. Se for preso pelo que falo, vou com prazer", diz Malafaia
Bolsonaro: "Não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca, eles estão abusando", "Vai chegar a hora"

"Onde eu ia você ficava ligando pro Queiroz para saber onde ele ia, um cara correto, trabalhador", disse Flavio Bolsonaro após refutar o Witzel que disse que o Flavio Bolsonaro que tinha que ser preso, neste vídeo de resposta ele disse isso por causa da campanha presidencial do Bolsonaro e de governador para Witzel.


Fabricio Queiroz foi demitido por Flavio Bolsonaro no período eleitoral quando Paulo Marinho acusou de operação que iria estourar e atingir família Bolsonaro. Imóvel no Rio de Janeiro, em Bento Ribeiro, onde Bolsonaro fez campanha e consta em sua lista de bens fica perto de outra casa onde foi alvo de operação.

"É o que eu falo pô, o cara lá ta hiper protegido. Eu não vejo ninguém mover nada para tentar me ajudar ai, entendeu? Ver e tal é só porrada cara. Caralho, o MP está com uma pica do tamanho de um cometa para aterrar na gente e não vejo ninguém reagindo", disse Fabrício Queiroz em áudio divulgado no passado. Ex-assessor de Flavio Bolsonaro era próximo do Adriano da Nóbrega, morto em operação policial na Bahia, atravessou um mangue nadando, fuga intensa, cometeram um homicídio como policiais na Cidade de Deus em 2013. Mulher de Fabrício Queiroz também foi alvo de mandato de prisão, ela trabalhou com mais 7 parentes do Queiroz no gabinete de Flavio Bolsonaro, estão sendo investigadas uma enteada e duas filhas. Desde os anos 80 o Queiroz é amigo da família Bolsonaro. Grande dia.




Brasil Contra Corrupção que desde 2013 está na internet



Comentários
0 Comentários