sexta-feira, 12 de junho de 2020

"Se a lógica é fechar e menos óbitos, isso não está funcionando. Os números foram inflados", disse Bolsonaro

Bolsonaro fez um discurso contra o isolamento social entre vários outros assuntos em sua live semanal no Facebook.
Imagem: Reprodução do Facebook

Leia abaixo. "Uma coisa está errada. Levando a população de forma ponderada, estado como São Paulo, que fez quase lockdown, fechou tudo, até minha Eldorado Paulista, fechou quase tudo. E o número de óbitos por milhão de habitantes é muito maior que Minas Gerais, que fechou bem menos.
Se a lógica é fechar e menos óbitos, isso não está funcionando. Os números foram inflados ou outra coisa. Isso tem que ser explicado", disse Bolsonaro sem comprovar.

Vai vetar para não quebrar o Brasil segundo ele mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio. Covid-19 mata mais em 3 meses do que trânsito em todo 2019 no Brasil que teve 40.721 mortes. Foram 39.776 mortes por homicídios dolosos em 2019. "Ação proposta pelo PT, pelo Boulos e pela Marina visando impugnação da chapa Bolsonaro Mourão. Em setembro de 2018 tinha uma página Mulheres contra Bolsonaro, ai hackers entraram lá e teriam transformado a página em Mulheres com Bolsonaro, de contra passou a com, em função disso estes três partidos entraram na Justiça visando impugnar a chapa, por ao mudar a página de contra Bolsonaro para com Bolsonaro interferiu nos 57 milhões de votos que eu tive no segundo turno, é brincadeira né? mas tudo bem, vamos lá, o TSE começou julgar", disse Bolsonaro "É uma tentativa desses desses partidos querendo decidir no tapetão, logicamente que a gente fica preocupado mas não tem cabimento prosperar uma ação nesse sentido, isso não existe", disse Bolsonaro. "Com todo respeito ao TSE que tem obrigação de apurar as coisas mas no meu entender deveria ser arquivado de ofício essa questão ai, nem levar para frente", disse. "Agora os três a dois que votaram pela continuidade então quer dizer que caso descubra lá que iriam votar pela cassação da chapa, se bem que eu vi um Ministro dizendo pelo menos, dizendo se descobrisse qualquer ligação desse hacker comigo seria passível de cassação da chapa", disse Bolsonaro. Navio da Caixa e INSS com Damares que vai fazer ações sociais, doar sextas básicas doadas pelo Carrefour, investimentos contra o coronavírus. "A OMS para mim perdeu a credibilidade", disse Bolsonaro citando Trump que saiu da OMS. Dados divulgado depois não teria manchete no Jornal Nacional, TV funerária. "Falaram que queríamos esconder números, nos compararam a Venezuela, Coreia do Norte, ninguém quer esconder numero", disse Bolsonaro. "Tem que falar quantos morreram no dia, a carga de antes tem que ser diluída nos dias anteriores", disse. "Números têm que ser mais próximos da realidade possível, se não o real. Tem que saber o que está acontecendo", citando Mandetta com enfase em mortes nas últimas 24 horas e não ocorrida que gerava números fictícios segundo Bolsonaro. "Estamos investigando, tem muito dado que chega, a população reclama, uma pessoa com problema de saúde entrou em óbito, os familiares não sabiam do vírus e aparece no óbito como covid-19. Não sei o que acontece, quem quer ganhar com isso, só pode ser ganho politico e culpar o governo federal", disse Bolsonaro sobre falsificação de atestados de óbitos. Por Brasil Contra Corrupção que está desde 2013 na internet
Comentários
0 Comentários