quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Bolsonaro sai do zero em vacinas; Índia envia ao Brasil

A Coronavac, que Bolsonaro tanto criticou, foi conseguida através dos esforços do governador de São Paulo, João Doria, com a China, país que Bolsonaro tanto criticou também. Com Bolsonaro, o Brasil perde para Cuba, que também é criticada pelo presidente e já vai produzir 100 milhões de doses de vacina. Maduro, da Venezuela, também criticado por Bolsonaro, fez doações de oxigênio ao Brasil. Que fase atravessamos. 

Imagem: Reprodução do Facebook oficial de Bolsonaro




Finalmente! Até que enfim! Por não comprar de vários laboratórios, por não querer comprar da Pfizer em agosto cerca de 70 milhões de doses, entre outras coisas, o presidente Bolsonaro estava em zero vacinas até o momento. Agora ele saíra do zero e já poderá dizer que conseguiu duas milhões de doses. A Índia, após união de empresários entre outros motivos, vai enviar a vacina de Oxford feita em parceria com AstraZenica que tem insumos da China. 

O presidente brasileiro colocou o adesivo da vacina no avião, tentou fazer marketing e isso pegou mal na Índia que nem havia começado a vacinação em seu povo. Isto atrasou e passado o período de início no país asiático, depois de ficar de fora da lista para países como  finalmente, junto com o Marrocos, enviarão ao Brasil esta quantidade que não resolve o problema, mas ajuda a amenizar.

Leia também Retirada de Bolsonaro ganha força e pode se tornar realidade em 2021 

Eduardo Bolsonaro tem postagem marcada como informação falsa

Flavio Bolsonaro tem post marcado como fake news no Facebook

Bolsonaro tem post marcado como enganoso e prejudicial sobre o coronavírus pelo Twitter 

Bolsonaro e Ministério da Saúde tem posts marcados como enganoso no Twitter  

Fora Bolsonaro com panelaço, carreata e placar do impeachment por MBL e Vem Pra Rua 

Retirada de Bolsonaro ganha força e pode se tornar realidade em 2021 

Bolsonaro não comprou 70 milhões de vacinas em agosto da Pfizer para dezembro 

STF diz que não proibiu Bolsonaro de atuar na pandemia de coronavírus  

Fracasso de Bolsonaro parte 2; Índia tira o Brasil mas envia vacina para outros países 

Apoiador de Bolsonaro, Hang, esposa e mãe estão internados por coronavírus 

7 da mesma família morrem por falta de oxigênio no Pará 

Impeachment: Para Bolsonaro ser culpado cabe ao Congresso julgar, diz MPF/PGR

Vamos aguardar, são muitas vacinas sendo feitas no mundo, quase 300 até o momento.

Da outra vez, Butão, Ilhas Maldivas, Bangladesh, Nepal, Mianmar e Ilhas Seychelles receberam vacinas da Índia. Brasil tinha ficado de fora da lista. Entramos apenas agora na segunda leva.

Vamos receber a Covishield, versão indiana de Oxford.


Lembrando que o Brasil já foi referência mundial em produção de vacinas e vacinação de um modo geral, agora dependemos de exportações para ter algo. Com Bolsonaro, o Brasil perde para Cuba, país que sofre embargos dos EUA há décadas, aqui não temos este empecilho e ainda assim ficamos pra trás...


21/01/2021 - Quinta




Comentários
0 Comentários