terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Fracasso de Bolsonaro parte 2; Índia tira o Brasil mas envia vacina para outros países

Mais uma que Bolsonaro perde. Outros países vão receber vacinas da Índia mas o Brasil fica de fora da lista.

Imagem: Reprodução/Arquivo da Agência Brasil/EBC do dia da posse


Deu ruim de novo para o Bolsonaro. Depois de fazer publicidade, depois de fazer marketing colando adesivo no avião, o governo da Índia, de direita, não gostou da atitude do presidente do Brasil que lá poderia causar mal estar entre o povo, que não receberia bem o envio naquele momento, sem ao menos terem iniciado a vacinação no país, que diferentemente do líder brasileiro, se importa com o que o povo pensa na questão da vacina.

Resultado, Brasil ficou sem vacina de Oxford que é feita na Índia que recebe insumos da China. Agora, depois de começaram vacinar o povo indiano, outra derrota para o Bolsonaro. País ficou de fora da lista de países que vão receber a vacina, promovendo mais uma derrota para o presidente do Brasil.

Fica bem exposto para toda sociedade mundial o mal que o presidente Bolsonaro faz ao Brasil, sofrendo retaliações internacionais por sua conduta, abriram a boca antes do tempo, ao invés de ficarem na calada esperando a vacina ser enviada, agora, não se sabe quanto essas 2 milhões de doses serão enviadas para o Brasil.


Leia também Retirada de Bolsonaro ganha força e pode se tornar realidade em 2021 

Eduardo Bolsonaro tem postagem marcada como informação falsa

Flavio Bolsonaro tem post marcado como fake news no Facebook

Bolsonaro tem post marcado como enganoso e prejudicial sobre o coronavírus pelo Twitter 

Bolsonaro e Ministério da Saúde tem posts marcados como enganoso no Twitter  

Fora Bolsonaro com panelaço, carreata e placar do impeachment por MBL e Vem Pra Rua 

Retirada de Bolsonaro ganha força e pode se tornar realidade em 2021 

Bolsonaro não comprou 70 milhões de vacinas em agosto da Pfizer para dezembro 

STF diz que não proibiu Bolsonaro de atuar na pandemia de coronavírus

Mais um grande dia expondo o quanto o governo brasileiro é fraco em suas atitudes e não entende nada de política internacional, como já provaram que não manjam nada de política local.

Pazuello teve coragem de mentir que não indicou tratamento precoce e agora culpa o fuso horário por divergências, achando que o povo é bobo e vai cair nesta conversa sem sentido. Instituto da Índia fala que envia em duas semanas, ministro do Brasil diz essa semana. O tempo vai mostrando quem está com a razão, quem está mentindo.

No momento, a única salvação do povo brasileiro é a vacina conseguida com o esforço de Dória, governador de São Paulo, com a China. Lembrando que apesar de nomes diferentes, apesar de países diferentes produzirem a vacina contra o coronavírus, a maioria usa insumos vindos da China como muitos outros remédios e vacinas que o povo usa.

Acostumado em culpar o PT, imprensa, ONGs, até o ator de hollywoodiano Leonardo Di Caprio, agora prova também o gostinho internacional de sua rejeição. 

Butão, Ilhas Maldivas, Bangladesh, Nepal, Mianmar e Ilhas Seychelles vão receber vacinas da Índia.


"Mais uma que Bolsonaro ganha", foi o que o presidente Bolsonaro disse quando uma pessoa que participou da fase de testes da Coronavac no Brasil, que se suicidou, comemorando a morte do voluntário. ANVISA suspendeu os testes por isso, enfim. Motivo da frase 'mais uma que Bolsonaro perde' 


19/01/2021 - Terça

Escrito por Brasil Contra Corrupção que desde 2013 no auge dos protestos ocorridos durante o evento mundial de futebol, Copa das Confederações que é um teste para realizarem a Copa do Mundo no ano seguinte, faz sua parte na internet, criada por AnonymousBr4sil que desde 2012 atua na internet e fez este movimento, esta ideia, de reunir pessoas em prol de causas e engaja das mais variadas formas, atendendo aos pedidos de muitos perfis que pediam um meio alternativo para verem materiais e compartilharem. Brasil Contra Corrupção não é um site jornalístico, somos meio que um movimento, uma ideia de união de pessoas, blog de opinião pessoal sem compromisso de jornalismo profissional, que divulga conteúdos de interesse da sociedade de todos atores políticos não importando quem sejam, acreditamos no debate acima de tudo e saber o que estão dizendo é fundamental. Não somos envolvidos diretamente com política e partidos, nossa atuação é como fazemos desde nossa fundação. Nunca indicamos ao público em quem votar, apoiamos que votem sempre e participem do processo eleitoral pois devemos sempre acreditar na política para resolver os problemas do país não importa o que tenha acontecido. 

Dependemos exclusivamente do que tem na internet já que não somos jornalistas, não investigamos situações, tentamos repercutir falas de personagens do país de um modo geral, portanto, publicações são feitas com base no que dizem em seus perfis oficiais onde paramos para olhar o que acontece e trazemos para mais pessoas verem, opinarem, enfim.

Todas publicações são conferidas antes de serem divulgadas e tem base nos próprios perfis oficiais das pessoas citadas. Só tratamos de verdade, jamais vamos inventar falas de ninguém. Nossa liberdade consiste em não fazer parte de nenhum grupo político querendo se manter no poder ou entrar, consiste em esperar que os que estejam ou venham fazer parte em todos poderes tomem providências que melhorem a vida do povo. Nunca fomos alvo de processo por partidos ou políticos pois não fazemos notícias falsas, conhecidas por fake news/informações falsas, nem faremos, uma de nossas missões é expor os acontecimentos na intenção de buscarmos em sociedade soluções para os problemas que enfrentamos e isto vem de comentários, dicas, sugestões, enfim. Damos vozes para todos os lados e qualquer pessoa da política que precisar de sua resposta ou opinião aqui nós divulgamos pois não temos lados escolhidos nem teremos.



Comentários
0 Comentários