Mostrando postagens com marcador Eduardo Campos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Eduardo Campos. Mostrar todas as postagens

sábado, 16 de agosto de 2014

Em vídeo inédito, Campos critica aliados de Dilma e alto número de ministérios; assista

Imagem: Reprodução/EBC
Em video inédito na Tv, Eduardo Campos aparece em um programa de auditório, criticando Dilma Rousseff e o atual plano de governo, inclusive o alto número de ministérios, afirmando que vários deles existem para ter apoio de partidos aliados ao governo.

"A presidenta Dilma criou 39 ministérios, deu um ministério a um afilhado de Sarney e outro para um afilhado de Renan Calheiros", disse Campos.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Líder do PT diz que ninguém era mais perigoso para Dilma do que Campos

Imagem: Reprodução/EBC
Em visita a casa da família de Eduardo Campos, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, afirmou que nenhum presidenciável seria tão perigoso em um segundo turno como o ex-governador Eduardo Campos.

"Na minha avaliação, ele era mais perigoso, pois se chegasse ao segundo turno, ele teria sido um adversário mais forte do que qualquer outro, pois poderia aglutinar apoios na esquerda e no centro. Apesar de não estarmos preocupados com essa definição, nenhum nome vai nos preocupar como ele nos preocuparia", disse Humberto Costa.

Caixa-preta do avião não gravou conversas do voo de Campos, diz FAB

Imagem: Reprodução/Agência Brasil
O gravador de voz do jato Cessna 560XL em que viajava a comitiva do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e que caiu quarta-feira (13), em Santos (SP), não registrou as conversas ou sons ambientes durante o último voo da aeronave.

Segundo a assessoria da Aeronáutica, as duas horas de áudio gravadas e já analisadas por peritos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) não correspondem ao voo em que Campos e mais seis pessoas morreram.

A Aeronáutica explicou que, como o gravador de voz, o chamado cockpit voice recorder, não registra a data em que as conversas ocorreram, ainda não é possível afirmar em que voo os dados já obtidos foram gravados. “As razões pelas quais o áudio obtido não corresponde ao voo serão apuradas durante o processo de investigação”, informa nota da Aeronáutica. “É importante ressaltar que os dados obtidos no gravador de voz representam apenas um dos elementos levados em consideração durante o processo de investigação, não sendo imprescindíveis para a identificação dos possíveis fatores contribuintes”.

Proveniente do Rio de Janeiro, o avião da comitiva do ex-governador de Pernambuco caiu por volta das 10h de quarta-feira (13) em uma área residencial da cidade de Santos. Quando se preparava para o pouso, a aeronave arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com o avião. Os dois tripulantes e os cinco passageiros morreram.

Onze pessoas que moravam ou estavam próximos ao local do acidente sofreram ferimentos e tiveram que ser atendidas em unidades hospitalares. O único ferido que ficou internado, uma criança de 1 ano e meio, deixou a Santa Casa de Misericórdia de Santos nesta manhã.

Fonte: Agência Brasil